23 de ago de 2010

Tipos de dietas vegetarianas

Ovo-lacto-vegetarianismo

A maior parte dos vegetarianos se enquadra nessa categoria. A rotina alimentar inclui ovos e derivados de leite, o que diminui o risco de a pessoa vir a ter deficiência de proteína.



Lacto-vegetarianismo

Permite o consumo de derivados de leite, mas não inclui ovos na dieta. É um dos tipos mais comuns.



Ovo-vegetarianismo

Os seguidores desse estilo alimentar alegam que o consumo de ovos é permitido porque a galinha os botaria mesmo se eles não fossem utilizados na alimentação humana.



Veganismo

Quem optar por ser vegan (pronuncia-se "vigam") deve se preparar para beirar o radicalismo alimentar e filosófico. Não só carnes, ovos e derivados de leite são proibidos. Qualquer produto que exija o sacrifício, em maior ou menor grau, de um animal- de mel a blusas de lã- é proibido. Mais do que uma opção alimentar, o veganismo é um estilo de vida. Os mais fanáticos sequer vão ao cinema: a película da tela possui gelatina.



Crudivorismo

Os que adotam esse tipo de vegetarianismo não comem carne ou peixe crus -afinal, são vegetarianos. Mas nenhum dos alimentos restantes-principalmente os brotos, que eles adoram- são cozidos acima de 48ºC, ponto a partir do qual as enzimas dos vegetais começam a ser destruídas.



Frugivorismo

O que leva os seguidores dessa dieta a comerem somente frutas, nozes e alguns legumes é a preocupação em não matar as plantas, consumindo só o que elas podem repor facilmente, ou seja, seus frutos.



Macrobiótica

Seus adeptos comem basicamente frutas, legumes e cereais integrais e acreditam que os alimentos dividem-se em dois grupos, de acordo com sua energia: yang e yin. Segundo eles, é preciso dosar alimentos dos dois conjuntos para obter equilíbrio energético e, consequentemente, manter a saúde do corpo e do espírito. Alguns macrobióticos consomem peixe.



Vegetarianismo restrito

Os motivos não são energéticos, como no caso dos macrobióticos, nem filosóficos, como para os vegans, mas os vegetarianos estritos, por uma questão de saúde, também não comem nada de origem animal



O vegetariano pode ter uma alimentação muito saudável e rica em nutrientes desde que varie os grupos alimentares e se há muitas restrições deve-se ficar atento para deficiências de alguns nutrientes, portanto o ideal é que para os vegetarianos que tenham muitas restrições procurem acompanhamento de um nutricionista.



Vanessa Mara Lodi

Nutricionista TreineBem

CRN10-2310

Nenhum comentário:

Postar um comentário