19 de mar de 2010

Você sabia?

Uma pesquisa feita por Tim Puetz, PhD da UGA (Universidade da Geórgia nos USA), publicou no Psychological Bulletin que uma caminhada pode ser melhor do que uma "soneca" para recuperar a energia e combater a fadiga.
Pode parecer contraditório, mas ele confirmou o que outros pesquisadores diziam.
Gastar energia em exercícios regularmente pode compensar um maior acúmulo de energia a longo prazo.
Muitos alunos me dizem: Eu não tenho tempo!
Outro dia mesmo estava conversando com um amigo e médico gastroenterologista, e ele me perguntou: Quantos dias por semana devo fazer exercícios físicos?
Achei muito oportuna a pergunta para respondê-la aos leitores desta coluna.
Eu sempre digo que um dia de exercício é melhor que nada, duas vezes melhor que uma e assim por diante!
Infelizmente muitas vezes, vejo outros colegas da área desperdiçando tempo, tentando provar o que é "melhor", o que "dá" mais resultado.
Na verdade, os "estudiosos intitulados", deveriam pensar em maneiras e estímulos de fazer mais e mais pessoas ingressar num programa de exercícios, numa academia ou realizar diariamente uma simples e muito benéfica caminhada!
Tim Puetz também falou, "nós vivemos em uma sociedade em que as pessoas estão procurando a próxima bebida esportiva, barra energética, ou xícara de café para lhes dar um fôlego, mas realmente o que pode gerar aquela fagulha de energia que as pessoas tanto procuram é calçar os tênis e sair para praticar alguma atividade física todo dia”.
Estou exaustivamente citando e descrevendo pesquisadores e pesquisas respeitadas apenas para firmar que não existem "milagres", substâncias mágicas, o que existe é regularidade e vontade de melhorar!
Veja mais uma, o co-diretor do laboratório de psicologia no exercício também da UGA, Patrick O'Connor disse em um release para a imprensa, "várias vezes, quando as pessoas estão fatigadas, a última coisa que querem fazer é exercício, todavia tornando-se um pouco mais fisicamente ativo, os resultados serão enormes".
Exercícios aumentam a energia
Nesta publicação do Psychological Bulletin, os pesquisadores analisaram 70 estudos sobre exercício e fadiga envolvendo mais de 6.800 pessoas.
Mais de 90% dos estudos mostraram a mesma coisa.
Pessoas inativas que completaram um programa de exercícios tiveram uma melhora no quadro de fadiga comparado aos grupos que não se exercitaram.
E todos com um efeito muito consistente.
Os grupos estudados foram adultos saudáveis até pacientes com câncer, incluindo diabéticos e cardíacos em estado crônico. O mais importante que foi notado é que todos se beneficiaram com os exercícios.
Portanto, se você chega em casa cansado depois de um dia de trabalho e não tem vontade de fazer mais nada, a solução para o seu problema é o exercício físico.
Seja bem-vindo!
Fonte: IHRSA

Nenhum comentário:

Postar um comentário